Tailandês recupera cão que havia sido roubado para virar comida

Não consigo aceitar certos tipos de culturas que para mim não passam de atrasos na evolução humana. Tem gente que come cachorro! China é um dos lugars onde o povo adora comer cachorro e os países vizinhos que se cuidem, existem quadrilhas de contrabando de cães para a venda em restaurantes chinenes. Já vi algumas reportagens sobre a a China e o Vietnã onde os cozinheiros usam de total falta de escrúpulos para matar os animais, que muitas vezes são escolhidos vivos e a dedo pelo cliente do restaurante. Muitos animais são cortados ainda vivos e ficam agonizando enquanto continuam sendo cortados por esses monstros. Como um país que agrega a sua cultura tamanha crueldade consegue ir para frente? Assista o vídeo abaixo e leia a reportagem da folha.


Vídeo BBC
Um tailandês que havia perdido seu cão no ano passado recuperou o animal depois de vê-lo na televisão em uma reportagem sobre bichos de estimação que são levados para o Vietnã para virarem comida.
Veja vídeo
O tailandês Sompong Lertjitcharoenboon havia perdido o cão Tao Tao durante uma show de fogos de artifícios, que assustou o animal.
Ele já havia quase desistido, quando viu uma reportagem na televisão sobre a apreensão de um caminhão que transportava 800 cachorros na fronteira entre a Tailândia e o Laos. Uma das imagens mostrou Tao Tao em uma pequena gaiola.
COMIDA
O roubo de cães tem se tornado comum na Tailândia. Os animais são levados clandestinamente a países vizinhos, onde a carne canina é parte da culinária. China e Vietnã são os principais destinos.
Com a proximidade do Ano Novo chinês, no final de janeiro, a demanda por carne canina aumentou bastante, já que a iguaria é bastante popular em banquetes festivos.
O governo da Tailândia montou um abrigo na cidade de Buriram para receber os animais que são apreendidos. Em apenas seis meses, 2 mil cães já estão no local. Até agora, Tao Tao foi o único que voltou ao seu dono original.
As autoridades estimam que 25% dos cães no abrigo são roubados. Os demais seriam animais de rua que foram recolhidos pelos contrabandistas.
A Tailândia tem dificuldade de enfrentar esse tipo de negócio. Roubar bichos de estimação e transportá-los para outro país são crimes segundo a lei, mas recolher cães da rua e praticar crueldade contra animais não são considerados infrações.
Um cachorro pode ser vendido por até US$ 32 (cerca de R$ 60) na China e no Vietnã. Cães com pelo mais escuro são mais visados pelos ladrões, pois se acredita que sua carne seja superior.
Fonte: Folha

Nenhum comentário:

Postar um comentário