Gato pedinte

Hoje na Folha de São Paulo encontrei essa notícia interessante: Sobre um gato, cujo o dono, um músico em londres lançou um livro sobre a aventura de ambos.
Abaixo informações do livro retirada do site Catsparella.

James Bowen encontrou o gato Bob  em 2007. O músico de rua estava vivendo em habitações de apoio quando se deparou com o lesionado gato laranja, e cuidou dele com antibióticos e  com a assistência da RSPCA. Uma vez que ele se recuperou, James pensou que nunca iria ver o gato de rua de novo, mas para sua surpresa o felino sociável começou a segui-lo por toda parte, e os dois rapidamente se tornaram inseparáveis. Assim como James certa vez salvou a vida de Bob, o fiel  gatinho gengibre estava fazendo sua parte para devolver o favor.

James diz que Bob adora ser adorado e interagir com o público, e realmente acha que "ele é um dos meninos." Na verdade, o gato tornou-se tão instalado na estação de Metro Angel que o metro de Londres emitiram-lhe o seu cartão de identificação com foto própria , que James pensa que isso o torna especialmente único: "Eu não vejo cães no metrô com os seus próprios cartões com fotos, você vê? "

A dupla extraordinária agora tem um livro que será lançado em 15 de março chamada  "A Street Cat Named Bob: How One Man and His Cat Found Hope on the Streets em português: "Um gato de rua chamado Bob: Como Um Homem e seu gato encontraram esperança nas ruas" que conta a história de sua jornada emocionante. Você pode também acompanhar Bob - que parece muito elegante em seu cachecol de tricô - no Twitter @ StreetCatBob para acompanhar seu dia-a-dia.
 Um gato de rua chamado Bob é uma história comovente e edificante que vai tocar o coração de quem lê.

Não existe prazo para o livro chegar ao Brasil, creio que este é mais dos ótimos livros ingleses que jamais chegarão ao Brasil. Nos resta apenas esperar para ver se uma editora se interessa pelo mesmo.

Luke MacGregor/Reuters/Folha de São Paulo


Nenhum comentário:

Postar um comentário